Argamassa Portokoll Premium Especial para Piscinas 20 kg (Cinza)

Marca: Portokoll
SKU: AP09
Estoque: 128 saco(s)
R$ 98,90 10x de R$ 9,89 sem juros
(-10% à vista no pix ou boleto) R$ 89,01

Preço por saco

Descrição

Argamassa Portokoll Premium Especial para Piscinas é indicada para assentar todos os tipos de peças cerâmicas, pastilhas de porcelana e porcelanatos convencionais (espessura acima de 7 mm) em piscinas, saunas, pisos e paredes em áreas internas ou externas.

Formulado a base de cimento Portland, agregados minerais e aditivos, classificado como ACIII, conforme ABNT NBR 14.081-1 

 

Prazo de Validade

Se armazenado de acordo com as instruções, a validade do produto é de 1 (um) ano após a data de fabricação que consta na embalagem.

Condições de Estocagem

Estocar na embalagem original, em local seco, protegido da chuva, do sol e do calor, sobre estrados e em pilhas de no máximo 1,5 metros de altura.

Especificações Técnicas

Cor: Cinza

Quantidade: 20kg

Rendimento: 2 m² colagem dupla ou 4 m² colagem simples 

20 kg revestem aproximadamente 4 m² de parede para colagem simples ou 2 m² de parede para colagem dupla (34 placas de cerâmica 30 x 40 cm e cerca de 50 placas de cerâmica 20x20 cm).

Garantia

Entregamos para todo Brasil com garantia de 06 meses oferecida pelo fabricante Sika / Portokoll Premium.

Instalação

Aplicação

Estenda a argamassa sobre a base, com o lado liso da desempenadeira e em seguida passe o lado denteado em ângulo de 60°, para formar os cordões de assentamento.

Em assentamento de dupla camada, aplique a argamassa também no verso da peça, assentando de forma que os cordões fiquem paralelos aos cordões estendidos na base.

Devolver a argamassa aderida na desempenadeira ao recipiente e misture, sem adicionar água para utilizar novamente. 

Coloque a peça pouco antes da posição final e arraste até a posição desejada, apertando com as mãos e batendo levemente com martelo de borracha, pressionando de forma uniforme as peças sobre os cordões da argamassa.

Assente o revestimento somente sobre os cordões de argamassa úmida e pegajosa. Durante o assentamento, retire algumas peças e verifique o verso. Quanto mais argamassa impregnada no substrato e no tardoz da peça, melhor será a aderência.

Limpe as juntas após o assentamento das peças removendo o excesso de argamassa para facilitar o rejuntamento.

Proteja a área do sol, chuva e vento por 72 horas. Para limpeza final, após 7 dias do rejuntamento, utilize detergente desincrustante alcalino.

O tempo de cura para rejuntamento é de 72 horas após a realização do assentamento.

O tempo de cura para enchimento da piscina e liberação de uso é de 7 dias após a realização do assentamento (consulte o tempo de cura do rejuntamento).

Mistura

Em recipiente de plástico ou metal limpo e seco, misture o produto de forma manual ou mecânica com água limpa até formar uma massa pastosa, firme e sem grumos secos.

Para não interferir no tempo de pote da argamassa, aconselha-se trabalhar com o produto ao abrigo do sol, vento e chuva. Não adicione nenhum componente além da água na mistura.
Verifique a quantidade de água na embalagem. Deixar a massa descansar por 10 minutos. Misture novamente e aplique com desempenadeira dentada adequada.

Limitações

Não utilizar:

  • Em pedras naturais claras e pastilhas de vidro;
  • Sobreposição (piso sobre piso e azulejo sobre azulejo, etc);
  • Como função técnica de impermeabilização e material refratário;
  • Sobre base pouco firme, que apresenta fissuras, som cavo, descolamentos etc. 
  • Sobre contrapiso ou emboço muito úmido - aguardar a base secar para iniciar a aplicação;
  • Sobre base de madeira, parquet, vinil, metal, fibra de vidro, aglomerado e pinturas;
  •  Em churrasqueiras, lareiras, estufas, frigoríficos;
  • Sobre mantas butílicas ou pinturas betuminosas.

Tratamento de piscinas

A boa qualidade é mantida através da manutenção constante da piscina e é essencial para a durabilidade do revestimento. O equilíbrio químico da água da piscina é obtido mantendo o pH, a alcalinidade total, cloro livre, ácido cianúrico e a dureza cálcica dentro da faixa ideal e em equilíbrio harmônico entre si, ou seja, o desequilíbrio de um parâmetro afeta o outro.

A falta desse equilíbrio gera irritação nos olhos e mucosas dos banhistas, corrói equipamentos, cimento ou argamassa (esfarelamento) e também deposita incrustações sobre as superfícies submersas.

Águas com dureza cálcica excessivamente baixa também podem causar problemas como corrosão de argamassa (e outros materiais que contêm cálcio, como cimento, cal, gesso etc.) e de metais.

Em casos de dúvidas, consulte a pessoa ou empresa responsável pelo tratamento da piscina.

Download

Mais informações
MarcaPortokoll
Escreva sua Própria Avaliação